Gerenciando projetos com os métodos ágeis

Tempo de leitura: 2 min

Escrito por Gaby Sabino

NÃO PERCA MAIS NENHUMA NOVIDADE!

Deixe seu e-mail para receber conteúdos exclusivos e com prioridade.

100% livre de spam.
No post de hoje é falaremos um pouco sobre métodos ágeis. O que é um método ágil? Como é gerenciar projetos de forma ágil? O que é Agile? O que é Scrum? Gerenciar projeto ágil é gerenciar por Scrum? Confiram mais sobre métodos ágeis.
 
 
Os métodos ágeis, ou “Agile Modeling” surgiram nas empresas de Tecnologia visando descomplicar a gestão de projetos, facilitando a comunicação entre clientes e fornecedores principalmente na definição do escopo, onde o cliente em certos casos é incapaz de definir as suas próprias necessidades no início do projeto. 
 
Em 2001, um grupo de programadores lançou o Manifesto Ágil. Trata-se de uma declaração com princípios que fundamentam o desenvolvimento ágil de software, visando satisfazer os clientes ou envolvidos em um projeto entregando com rapidez e, com maior frequência, versões do projeto, conforme as necessidades. O Manifesto Ágil está baseado em quatro valores:
 
          Indivíduos e interação entre eles mais que processos e ferramentas;
          Software em funcionamento mais que documentação abrangente;
          Colaboração com o cliente e membros do projeto mais que negociação de contratos;
          A capacidade de resposta a mudanças acima de um plano pré-estabelecido.
 
Os 12 princípios do desenvolvimento ágil são:
 
  1. Garantir a satisfação do cliente, entregando rápida e continuamente software funcionais;
  2. Software funcionais são entregues frequentemente (semanal, ao invés de mensal);
  3. Software funcionais são a principal medida de progresso do projeto;
  4. Até mesmo mudanças tardias de escopo no projeto são bem-vindas.
  5. Cooperação constante entre as pessoas que entendem do ‘negócio’ e os desenvolvedores;
  6. Projetos surgem por meio de indivíduos motivados, devendo existir uma relação de confiança.
  7. Design do software deve prezar pela excelência técnica;
  8. Simplicidade;
  9. Rápida adaptação às mudanças;
  10. Indivíduos e interações mais do que processos e ferramentas;
  11. Software funcional mais do que documentação extensa;
  12. Colaboração com clientes mais do que negociação de contratos;
  13. Responder a mudanças mais do que seguir um plano.
Os métodos ágeis demandam um maior trabalho em equipe, a auto-organização, a comunicação frequente, o foco no cliente e a entrega de valor, sendo uma alternativa à gestão tradicional de projetos, podendo ser aplicados a qualquer tipo de projeto, inclusive os que não se remetem ao software. 
 
Várias pessoas conhecem os métodos ágeis através do Scrum, e se confundem associando erroneamente o Scrum como se fosse o Agile (definição de ágil ou métodos ágeis em inglês),  desconhecendo outros frameworks. O Scrum é apenas um dos métodos ágeis, assim como o Kanban, XP, ASD ou FDD, dentre outras.
 
Conheça as principais certificações em métodos ágeis através do link a seguir e não perca o próximo post e conheça um pouco das ferramentas mais utilizadas.
 
 
Forte abraço!
Gaby Sabino
 
Fonte:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Manifesto_%C3%81gil
https://www.culturaagil.com.br/o-que-sao-metodos-ageis/
http://www.radardeprojetos.com.br/2016/01/metodos-ageis.html
 
 

Baixe GRATUITAMENTE sua planilha de plano de ação para controlar suas atividades  

100% livre de spam.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


Seja o primeiro a comentar!

NÃO PERCA MAIS NENHUMA NOVIDADE!

Deixe seu e-mail para receber conteúdos exclusivos e com prioridade.

100% livre de spam.